Fazer um curso de pós-graduação, seja em nível de especialização, mestrado ou doutorado, é importante para o aperfeiçoamento de todos os profissionais e também do servidor público, que pode se beneficiar com acréscimos salariais e promoção na carreira. Além disso, a pós-graduação também reflete na qualidade do serviço oferecido à sociedade. A oferta de cursos tem crescido nos últimos anos em todo o País e na região do Vale do São Francisco já existem diversos programas de pós-graduação disponíveis. O Blog do Servidor vai publicar, a partir de hoje (24), uma série de reportagens sobre os cursos ofertados nas regiões onde os campi da Univasf estão localizados. Nesta primeira matéria, são apresentadas informações a respeito dos cursos de pós-graduação com processos seletivos abertos, no momento, em Petrolina (PE).

Na Universidade de Pernambuco (UPE), Campus de Petrolina, o Programa de Pós-Graduação em Formação de Professores e Práticas Interdisciplinares (PPGFPPI), nível de Mestrado, modalidade profissional, está com inscrições abertas até 4 de março. Para se inscrever, é necessário ter diploma de nível superior reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) ou declaração de que o candidato está matriculado no último período da graduação em 2016.1, comprovante de exercício em atividades de magistério, além de pagar uma taxa de R$ 100.

Os candidatos podem escolher entre as linhas de pesquisa Políticas Educacionais, Formação Docente e Práxis Pedagógica e Práticas Interdisciplinares, Educação e Diversidade. Mais informações estão disponíveis no Edital PPGFPPI N° 1/2016 ou podem ser solicitadas pelo telefone (87) 3866-6501 e pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..

A Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape) também está com inscrições abertas para três cursos de pós-graduação, em nível de Especialização, que são Gestão de Recursos Humanos nas Organizações, Direito Público Municipal e Psicologia Jurídica (com ênfase em Psicologia Policial e Criminal).

As inscrições são realizadas no site da Facape até o dia 29 de fevereiro. Para se inscrever, é necessário preencher a ficha de inscrição disponível online, enviá-la via internet e pagar uma taxa no valor de R$ 50, que deve ser paga na tesouraria da faculdade ou nas redes bancárias. Mais informações, no edital da seleção ou através do e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..

E na própria Univasf, o Programa de Pós-Graduação Ciências da Saúde e Biológicas (PPGCSB) está com inscrições abertas para ingresso de aluno especial até a próxima sexta-feira (26), na Secretaria do programa, situada no Prédio do Centro de Estudos em Saúde, 3º andar, Campus Sede, no horário das 8h às 12h e das 14h às 16h. O edital de matrícula para aluno especial para o semestre 2016.1 está disponível no site do PPGCSB.

O candidato precisa estar cursando outro Programa de Pós-Graduação stricto sensu. Estudantes externos ao programa poderão se matricular somente em disciplinas do PPGCSB com disponibilidade de vagas, que serão preenchidas inicialmente pelos estudantes regularmente matriculados no PPGCSB. Mais informações podem ser solicitadas pelo telefone (87) 2101-6847 ou pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..

Benefícios – Segundo o pró-reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação da Univasf, Helinando Pequeno de Oliveira, a permanente capacitação e atualização do servidor viabilizam uma dinâmica extremamente favorável para os setores em que ele atua. “A participação em programas de pós-graduação possibilita uma permanente produção de conhecimentos a partir de inovação em metodologias e processos”, enfatiza Oliveira.

A coordenadora de Capacitação e Desempenho da SGP, Kilma Carneiro da Silva Matos, informa que a procura por capacitação traz muitos benefícios aos servidores. “A busca contínua pelo aperfeiçoamento traz, primeiramente, o crescimento profissional e, como consequência disso, eles recebem um incentivo em sua remuneração”, declarou.

O incentivo à qualificação é um direito garantido através do Decreto N° 5.824 de 2006. Ele assegura um percentual calculado sobre o padrão de vencimento do servidor, que é variável de acordo com o nível de escolaridade formal superior ao previsto para o exercício do cargo e com a área do curso realizado.

Em relação à formação em curso de especialização, com carga horária igual ou superior a 360 horas, o percentual acrescido é de 30%, quando a área de conhecimento tem relação direta com as atividades desempenhadas pelo servidor, e de 20% quando a relação é indireta. Já em nível de mestrado, o percentual é de 52%, quando o curso tem área de conhecimento com relação direta, e de 35% quando a relação é indireta.

 

Assessoria de Comunicação